Home
Escolha

Componentes

Montagem

Água

Vegetação

Povoamento

Peixes

Alimentação

PH e N

Manutenção

Economia



 


Qualidade de Água

Nos aquários em que se mantém um bom equilíbrio biológico, doenças e morte prematura de peixes dificilmente ocorrerão. É importante que só se mexa no aquário quando realmente necessário, pois além de estressar os peixes pode-se estar contribuindo para alterações negativas na qualidade da água.

Os testes para monitoramento da qualidade de água fornecem resultados precisos e são de fácil manuseio e leitura, permitindo um fácil acompanhamento do equilíbrio desejado.

Como deve ser a água para as plantas:

As plantas funcionam no aquário como um filtro natural. Você já conhece o filtro mecânico (interno ou externo) e o filtro biológico (que através da ação das bactérias mantém a água do aquário sempre estabilizada). O carvão ativado utilizado em filtros internos ou externos, absorve gases nocivos aos peixes. Comparativamente, um bom conjunto de plantas exerce esta mesma função.

Elas preferem água quase parada. Como a maioria das espécies é proveniente de lagoas (são limnóticas), charcos e rios lentos, uma suave movimentação faz muito bem para elas. Apenas evite excesso de bolhas de ar no aquário pois elas retiram mais rapidamente o CO2 da água, que acelera o crescimento das plantas e é importante na fotossíntese.

Em geral, se adaptam bem em qualquer água. Apenas percebemos que com o passar dos meses, seu formato, sua coloração e o desenho das folhas podem alterar um pouco, o que comprovará sua adaptação no aquário.

Sem planta natural, a tendência da água do aquário é tornar-se muito ácida, onde nem o alcalinizante químico será capaz de fazer subir o pH. Já com plantas, existirá um equilíbrio geral, onde os sais minerais servirão de “alimento” para elas. A absorção deste alimento é exercida pelas raízes e pelas folhas.

Água turva (cor leitosa) ou água esverdeada (caldo verde) dificulta a fotossíntese, podendo ocasionar a morte da planta. Um aquário rico em plantas é pobre em algas verdes (impregnadas nos vidros e pedras ou em suspensão) e vice-versa.

As plantas, quando são destacadas nas fichas técnicas dos livros, são anotadas suas características encontradas em seu meio natural de origem. Observamos sua necessidade de certo pH, temperatura e luminosidade. A maioria das plantas se desenvolvem melhor na água alcalina (pH 7,1 a 7,4). Elas toleram bem variações de temperatura, e verificamos como faixa boa 20° a 28°C. Mas atenção: a planta também pode sofrer choque térmico. Evite colocá-la bruscamente em uma outra água cuja temperatura da água está muito diferente.

Um aquário aparentemente desestabilizado, com peixes morrendo muito, com poucas plantas e com água levemente turva, pode ser salvo. O problema deste aquário é que o habitat está imperfeito. Procure tentar solucionar este comum problema fazendo trocas parciais de água regularmente, introduza mais plantas e controle o tipo e quantidade de alimentação dada aos peixes.